sexta-feira, julho 19, 2024
FigurasNotíciasPoder

Cientista político contesta presidente do PT

O cientista político André Lajst contestou a presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), deputada federal Gleisi Hoffmann, que afirmou que Israel impediu a saída de brasileiros da Faixa de Gaza sem justificativa.

Segundo Lajst, a informação não procede e o embaixador do país no Brasil já se manifestou na TV. Ambas afirmações foram feitas no X (ex-Twitter), sendo a resposta do cientista publicada na tarde de sexta-feira (04/11).

Pela terceira vez o governo israelense negou a saída de cidadãos e cidadãs brasileiros ameaçados pelo massacre contra população civil na Faixa de Gaza. E não apresentou qualquer explicação para essa atitude que discrimina um país, o Brasil, que tem históricas relações com o Estado de Israel. Um país que, à frente do Conselho de Segurança da ONU, fez todos os esforços por uma solução negociada para o conflito. Infelizmente, o governo israelense sinaliza que estabeleceu uma hierarquia política para a liberação de civis, privilegiando alguns países em detrimento de outros. Da mesma forma que defendemos a libertação dos reféns israelenses, não podemos admitir que civis brasileiros permaneçam ameaçados numa região sob massacre militar. Liberdade já para os brasileiros(as) em Gaza.“, afirmou a presidente da legenda.

O próprio embaixador do Brasil em Israel Frederico Meyer em entrevista da TV disse essa afirmação não procede Gleisi. A autorização é feita por 4 países, Israel é um deles e quem tem poder de veto é o Egito. A política tampouco tem sentido uma vez que a primeira lista tinha pessoas da Indonésia, país com o qual Israel não possui nenhuma relação diplomática.“, contestou Lajst.

Clique aqui para conferir a publicação.

Backup seguro.