quinta-feira, julho 18, 2024
NotíciasInternacionalPolítica

Marcha contra o terrorismo e apoio a Israel reúne milhares de pessoas no Rio de Janeiro

Milhares de manifestantes se reuniram em Copacabana (RJ) nesse domingo (15/10) para uma marcha contra o terrorismo e apoio ao Estado de Israel.

O ato foi organizado pela Federação Israelita do Estado do Rio de Janeiro (Fierj) após os ataques do grupo terrorista Hamas que chocaram o mundo.

Uma grande marcha em apoio a Israel em Copacabana, no Rio de Janeiro. 🇧🇷🇮🇱

Obrigado aos cariocas e brasileiros por apoiarem Israel e seu direito de se defender após os horríveis ataques terroristas.” – publicou a instituição com imagens do ato.

Um manifesto também foi lido pela estudante Gabriela Sznajderman:

“Nós signatários deste manifesto apoiamos o estado de Israel em seu direito de defesa e repudiamos o terrorismo, ninguém mais deveria ser obrigado a escrever um manifesto contra o terror, sobretudo em estado de choque pelo que ocorreu contra seus parentes e amigos, esperamos que futuro próximo que os manifestos contra o terror tornem-se peças de museu.

Ocorrerá quando o mundo entender que nunca existiu, não existe e jamais existirá uma justificação para o terrorismo.

Uma dança de inocentes desarmados, mulheres, bebês, idosos, não configura suposta resistência, operação ou ato de guerra em nenhum nível. Isso é covardia, terrorismo, não é solução para empasse algum, é selvageria.

Que este seja o último manifesto já escrito por essa ou qualquer outra comunidade e que sirva ao propósito de acordar o mundo para o óbvio, o terrorismo não pode ser lugar no nosso tempo, seja na prática ou no discurso.

Não se pode relativizar terrorismo porque estimula mais ciclos de violência. Unidos lutamos pela condenação absoluta e integral do terror.

Bradamos contra o financiamento a atos que provocam morte de qualquer parte do mundo. As comunidades judaica, cristã e tantas outras que se unem, deixando de lado as diferenças, para repudiar o terror e apoiar Israel que busca restabelecer a segurança de seus cidadãos enquanto chora e enterra seus mortos.”

Confira aqui o vídeo no Facebook.