quinta-feira, julho 25, 2024
NotíciasCâmaraLegislativo

Deputada critica influência de Lemann no governo Lula

A deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) criticou a atitude do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que permitiu ao grupo do empresário Jorge Paulo Lemann influenciar decisões de Estado em seu governo.

Em postagem feita na quarta-feira (27/09), no canal oficial da parlamentar no Whatsapp, a congressista expôs a contradição na decisão do Planalto: em fevereiro, Lula apontou Lemann como autor de uma fraude na casa dos 40 bilhões de reais, mas em setembro abriu espaço para o grupo dele “influenciar decisões 6,6 bilhões de reais na Educação“.

Como se não bastasse esta ligação temerária para o Brasil, o Estadão ainda informa que quem levou a ONG financiada por Lemann, MegaEdu, para o ministério da Educação de lula foi a secretária de Educação Básica, Katia Schweickardt. “Até semana passada, ela constava como integrante do comitê de especialistas do Centro Lemann, outra entidade do empresário. O nome dela foi retirado após o Estadão questionar o MEC sobre a ligação das duas partes do acordo com Lemann” – escreveu Zambelli.