sexta-feira, julho 19, 2024
NotíciasLegislativoSenado

Izalci Lucas critica CPMI do 8 de Janeiro: “não há golpe sem Exército”

Em entrevista ao Jornal da Manhã da Jovem Pan News, ontem (25/09), o senador Izalci Lucas (PSDB-DF) fez diversas críticas ao andamento dos trabalhos da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investiga os atos de 8 de janeiro.

Segundo ele, é impossível falar em “golpe de Estado” sem a participação das Forças Armadas.

Não há golpe sem Exército, Marinha, Aeronáutica e Polícia Militar. Aquele pessoal que estava no dia 8 jamais poderia ser caracterizado como golpe. Tanto que cinco minutos depois que polícia chegou foi desfeito tudo aquilo (…) Nessa CPMI, em especial, eu nunca vi acontecer o que está acontecendo. Não há sequência nas investigações, não querem apurar a verdade, querem apenas consolidar uma narrativa que já está escrita e todo mundo já sabe o que a relatora vai colocar.

Entre as falas, o parlamentar criticou a atuação da senadora Eliziane Gama (PSD-MA).

Desde o início nós percebemos a parcialidade da relatora. A relatora recebeu uma missão, já tem toda a narrativa pronta e precisa agora fundamentar essa narrativa (…) O presidente disse que não tinha instrumento para afastá-la. Mas eu acho que pela questão da impessoalidade e da moral ela devia pedir para sair.

O congressista considera que se for para a Comissão andar da forma que está, caminhando a favor do Executivo ao invés de investigá-lo, como deveria ser, então o melhor seria extinguir esse tipo de colegiado.

É muito ruim quando você tem um instrumento como uma CPMI, que é um instrumento da minoria, sendo sequestrado por uma maioria.

Informações: Jovem Pan